Como é a grade do curso de Tecnologia em Sistemas para Internet?

Se você tem dúvidas sobre o que irá aprender durante a faculdade de Tecnologia em Sistemas para Internet, veio ao lugar certo! Preparamos este post para contar tudo o que é importante saber sobre esse curso de nível superior, cujo objetivo principal é formar profissionais através do desenvolvimento de qualificação que os permita gerenciar, produzir, desenvolver e implementar sistemas e serviços de modo a serem aplicados na internet, isso através da criação de aplicativos, programas, sites, comércios eletrônicos, entre outros.

Quem se forma no curso de Sistemas para Internet EAD terá habilidade e competência para atuar em projetos que envolvam o desenvolvimento e a manutenção de soluções especializadas no uso correto e otimizado da rede mundial de computadores, com base, obviamente, com as demandas que fazem necessárias pelo mercado. Então, consequentemente, trata-se de uma graduação voltada para quem tem interesse em atuar na área de tecnologia, principalmente soluções web.

O que se aprende no curso de Tecnologia em Sistemas para Internet?

No decorrer da faculdade de Tecnologia em Sistemas para Internet a distância, que tem carga horária de 2 mil horas, divididas em uma grade curricular cuja duração mínima é de 24 meses, o aluno terá acesso a uma série de disciplinas com as quais aprenderá o que realmente importa para o melhor desempenho de suas futuras funções. São elas:

1º Semestre

  • Liderança, Cidadania, Ética e Tecnologia Sustentável
  • Cybersecurity
  • Integração Computacional de Hardware e Software
  • Digital Design
  • Gestão Ágil de Projetos e Design
  • Direitos Humanos e Relações Sociais

2º Semestre

  • Desenvolvimento Web
  • Gestão de Negócios Web e Gamificação
  • Sistemas Operacionais e Internet das Coisas (LOT)
  • Engenharia de Software
  • Projeto Web
  • Educação Ambiental

3º Semestre

  • Programação Mobile
  • Devops
  • Inteligência Artificial e Ambiente Cognitivos
  • Projeto Mobile
  • Desenvolvimento de Soluções com Python
  • Língua Brasileira de Sinais – Libras

4º Semestre

  • Governança de TI e Direito Cibernético
  • Digital Business e Design Thinking
  • Empreendedorismo Digital e Tecnologias Exponenciais
  • Desenvolvimento de Aplicações Web de Alta Performance
  • Desenvolvimento de Startups

Como você pôde ver, a grande maioria das disciplinas presentes na graduação em Tecnologia em Sistemas para Internet são voltadas especificamente a preparar o futuro profissional a atuar na área, mas há ainda disciplinas como Liderança, Cidadania, Ética e Tecnologia Sustentável; Direitos Humanos e Relações Sociais; Educação Ambiental; e Língua Brasileira de Sinais – Libras, que também terão grande utilidade ao ingressar no mercado de trabalho.

E além de precisar garantir notas suficientemente boas para ser aprovado em cada uma dessas disciplina, quem se matricula na graduação de Tecnologia em Sistemas para Internet precisa também realizar Atividades Curriculares de Extensão (ACE), Atividades Práticas e Complementares (APC), e Atividades Integradoras.

O que faz e onde atua quem se forma em Sistemas para Internet?

O profissional que conquista seu diploma do curso técnico em Tecnologia em Sistemas para Internet terá a responsabilidade de fazer a construção de todas as soluções online que conhecemos ao navegar pela rede mundial de computadores. Para isso, fará uso de linguagens de programação e entendimentos específicos, de modo a elaborar os mais diversos recursos com os quais estamos acostumados lidar diariamente. Feito isso, também terá como atribuição fazer a manutenção, o monitoramento e as atualizações que se fizeram necessárias, de modo a garantir que os recursos estejam sempre em correto funcionamento. Isso, claro, para citar apenas as competências mais “básicas”.

Portanto, quem se forma em Tecnologia em Sistemas para Internet EAD possui um grande leque de áreas nas quais poderá atuar, sendo que as principais delas são como Analista de Sistemas; Analista de Suporte Web; Arquiteto de Informação para Web; Desenvolvedor de Aplicativos; Desenvolvedor Back-End; Desenvolvedor Front-End; Desenvolvedor Java Web; Desenvolvedor Web; Desenvolvedor Web Fullstack; Gerente de Projetos Web; Programador Java EE; Programador PHP; Programador .NET; e Web Designer.

Há também grande quantidade de vagas em empresas especificamente do ramo de Tecnologia da Informação, sejam elas prestadoras de serviços ou startups, realizando atividades de análise, projetos, especificação, teste, implementação e manutenção dos sistemas que requeiram o uso da internet e seus recursos, de modo a tornar viáveis soluções nos diferentes segmentos de mercado.

E a facilidade que os diplomados em um terão para se colocar no mercado de trabalho tende a ser alta, uma vez que, ao concluir cada semestre (que também podem ser chamados de módulos), o aluno garantirá um certificado, totalizando portanto quatro ao final do curso. Com eles, um grande leque de oportunidades se abrirá.

Ao concluir o módulo 1, terá direito ao Certificado de Qualificação Profissional em Desenvolvimento em Design Web, que equivale ao de um curso de Web Design. Com ele estará capacitado a atuar como Assistente de Web Design, Analista de Web Design, Web Designer Pleno ou Web Designer Sênior. Os salários nesse ramo de atuação podem alcançar facilmente os R$ 8,7 mil.

Já após terminar o módulo 2, o certificado profissional conquistado será o de Sistemas Web equivalente, claro, ao de um curso de Desenvolvimento de Sistemas Web, proporcionando qualificação para atuar como Analista de Sistemas Web (Webmaster), Desenvolvedor Web Júnior, Desenvolvedor Web Sênior ou Programador, cargos nos quais os vencimentos costumam variar entre R$ 2,9 mil e R$ 7,4 mil.

No fim do módulo 3, será garantido o certificado de qualificação profissional em Soluções Mobile, que equivalerá ao conquistado em, como o nome deixa claro, um curso de Programação Mobile ou de Desenvolvimento Mobile. O salário de um Programador pode ultrapassar os R$ 3,8 mil, enquanto de um Desenvolvedor alcança excelentes R$ 12 mil.

E por fim, no módulo 4, vem o certificado de qualificação em Empreendedorismo na Internet, equivalente ao conquistado em um curso de Empreendedorismo Digital ou Empreendedorismo na Internet, podendo então o profissional atuar como Developer E-Commerce, que paga salários de, em média, R$ 4,7 mil, ou ainda, como Consultor em TI, recebendo remuneração que gira em torno dos R$ 6 mil.

Vantagens de escolher o EAD

Matriculando-se no curso superior de Tecnologia em Sistemas para Internet a distância, você irá estudar com material didático de extrema qualidade, composto por livros digitais e videoaulas online, que poderão ser acessados diretamente no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). Sempre haverá a certeza de que aquilo que você leu ou assistiu é exatamente o mesmo que será cobrado na prova. Portanto, basta estudar que o diploma é garantido.

Além disso, seu poder de escolha também te dará o direito de optar pelo tempo de duração no qual quer terminar o curso superior de Tecnologia em Sistemas para Internet, e claro, o valor que melhor se encaixa à sua situação para pagar as mensalidades.

Portanto, vale muito a pena optar pela modalidade a distância, pois com ela, acredite, você se tornará um dos melhores profissionais da área.

Editor do site

Cada integrante de nossa equipe carrega consigo uma valiosa coleção de experiências e habilidades singulares, culminando em um conjunto coeso que busca incansavelmente a excelência na criação de conteúdo. Nosso objetivo primordial é superar as expectativas, oferecendo aos nossos leitores uma experiência que não apenas enriqueça, mas também permaneça na memória.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

cinco − 5 =