Psicomotricidade – tudo o que você precisa saber sobre a pós-graduação na área

A área da Psicomotricidade está em alta, por isso, muito tem se falado sobre esse tema. Então, preparamos este post com tudo que você precisa saber, principalmente, sobre a pós-graduação na área. Assim, você fica bem informado e pode se matricular no curso de especialização hoje mesmo. Afinal, um profissional com pós abre portas para novas e melhores oportunidades dentro da profissão.

O que é Psicomotricidade?

Para começar, vamos te explicar o que é Psicomotricidade. A palavra “psicomotricidade” tem origem no termo grego psiché = alma e do verbo latino moto = mover frequentemente, agitar fortemente. Segundo o dicionário a definição é: conjunto e integração das funções motoras e psíquicas que determinam e coordenam os movimentos corporais.

Segundo a Associação Brasileira de Psicomotricidade, o termo significa a integração de todas as funções psíquicas e motoras, em virtude da maturidade do sistema nervoso. Sendo assim, podemos falar que a Psicomotricidade é a ciência que estuda o homem através do seu corpo em movimento, em relação ao seu mundo interior e exterior, ela também pode ser definida como a capacidade de determinar e coordenar mentalmente os movimentos corporais.

Trata-se da capacidade do ser humano em determinar e executar mentalmente seus movimentos corporais. O conceito também está relacionado ao processo de maturação, no qual o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas.

Psicomotricidade na educação infantil

Na educação infantil, a Psicomotricidade se apresenta como estimulação aos movimentos da criança. Os principais objetivos são melhorar os movimentos do corpo, a noção do espaço onde se está, a coordenação motora das crianças, equilíbrio e ritmo.

Sendo assim, separamos abaixo alguns objetivos que podem ser alcançados com atividades psicomotoras:

– Elevar à capacidade de percepção por meio do conhecimento dos movimentos corporais;

– Incentivar a valorização da autoestima e da identidade própria;

– Estimular a coordenação motora (coordenação motora fina e grossa);

– Trabalhar a comunicação para a interação social;

– Motivar crianças na descoberta de suas expressões;

– Criar a consciência e o respeito ao espaço de outras pessoas;

– Desenvolver a capacidade sensorial em relação ao ambiente.

É importante lembrar que estes objetivos podem ser alcançados através de brincadeiras como corrida, atividades com bolas, bonecas e jogos. Além de outras ações como rolar, engatinhar, andar com um pé só, andar para os dois lados, pular, fazer cambalhota, brincadeiras com os dedos e muito mais. Com essas atividades e brincadeiras, é possível observar o funcionamento emocional e motor do aluno e corrigir as alterações à nível mental, emocional ou físico, de acordo com a necessidade de cada um.

O que é pós-graduação em Psicomotricidade?

Agora que você já conhece mais sobre a área, vamos falar sobre a pós graduação EAD em Psicomotricidade. O curso de especialização tem duração entre 6 e 15 meses e traz os conhecimentos necessários para desempenhar o trabalho da melhor forma. A pós capacita o profissional da educação que busca diferenciar e melhorar a sua prática pedagógica no atendimento de pessoas com necessidades especiais.

Sendo assim, o objetivo do curso é de aprofundar os conhecimentos teórico-metodológicos e práticos que auxiliem os profissionais envolvidos no trabalho com as pessoas que necessitam de práticas específicas em busca de seu desenvolvimento integral. Confira abaixo a grade curricular do curso:

  • Didática do Ensino Superior;
  • Novos Caminhos para Profissionais da Educação;
  • Educação Psicomotora;
  • Deficiência Intelectual, Física e Psicomotora;
  • Movimento;
  • Psicologia do Desenvolvimento.

Vale lembrar que no curso de pós não é obrigatória a produção do Trabalho de Conclusão de Curso, o famoso TCC, porém, caso haja interesse do estudante é possível realizá-lo, só é preciso conferir as regras de cada instituição de ensino. Além disso, também não é necessário a realização do estágio supervisionado, que está presente na grade curricular de cursos de graduação, como as licenciaturas, por exemplo. Afinal, o curso de pós é voltado para profissionais que já estão no mercado. Sendo assim, em pouco tempo de estudo, o profissional já pode finalizar essa especialização e estar pronto para os novos desafios na carreira.

Quem pode fazer pós em Psicomotricidade?

A pós em Psicomotricidade é um curso de especialização, sendo assim, o maior requisito para se matricular é já ter concluído um curso de nível superior, ou seja, uma graduação, podendo ser bacharelado ou licenciatura. Além disso, ela é indicada para educadores das redes pública e privada e profissionais da educação. Porém, qualquer um que se interesse pelo tema e já seja graduado pode se inscrever.

Quanto é o salário de um Psicomotricista?

É importante lembrar que o salário depende de inúmeros fatores, como, por exemplo: região, nível de conhecimento do profissional, atividades desempenhadas, cursos de formação, período de trabalho e experiência e muito mais. Porém, para você ter uma ideia, trouxemos as médias salariais praticadas atualmente.

Em pequenas empresas, os salários tendem a iniciar em R$ 1.537,41, para profissionais em processo de Trainee e podem chegar a R$ 3.753,44. Já em empresas de médio porte, o salário inicia em R$ 1.998,63 e pode chegar até R$ 4.879,48 para profissional master. E por último, em empresas de grande porte, os salários iniciais são de R$ 2.598,22 e podem alcançar o teto de R$ 6.343,31.

Outro ponto importante de frisar é que profissionais qualificados com certificado de pós-graduação alcançam melhores oportunidades na carreira. Então, a nossa dica é que você aposte em uma pós graduação EAD em Psicomotricidade e destaque o seu currículo entre os demais colegas de profissão.

Mercado de trabalho na área

Como falamos no início do post, essa é uma área que está em alta. Mas, mesmo que muito se fale sobre ela, ainda há uma carência muito grande do mercado para mão de obra especializada. Por isso, há boas oportunidades em aberto no mercado. Afinal, o psicomotricista com foco educacional encontra um mercado de trabalho amplo, podendo atuar em diferentes setores do ramo profissional, como em instituições de ensino básico, ensino superior e educação especial.

E além do conhecimento acadêmico, há alguns pontos do perfil profissional que são levados em conta. Ou seja, algumas habilidades e competências fundamentais para a prática do exercício. Separamos algumas delas para você conferir: atenção e cuidado; responsabilidade; empatia; boa comunicação; atualização constante; e capacidade analítica.

Deixe seu Comentário