Quanto tempo dura o curso de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas?

A área de análise e desenvolvimento de sistemas está em alta e atraindo milhares de estudantes. Então, no post de hoje, vamos te falar qual é o tempo de duração dessa grauação, o que se estuda, quais são as certificações que o mercado cobra dos profissionais e te contar todos os detalhes sobre essa área. Então, confira o post até o final e deixe suas dúvidas nos comentários ao final do texto.

O que é análise e desenvolvimento de sistemas?

Antes de falar específicamente sobre o curso, vamos te explicar o que é análise e desenvolvimento de sistemas. Assim como o próprio nome já sugere, este segmento é responsável por analisar, desenvolver, projetar, implementar e atualizar sistemas de informação. Sendo assim, os profissionais responsáveis geram softwares que são executados em hardwares e operados por diversos usuários.

A parte de análise de sistemas é uma atividade que tem como objetivo de estudo os processos, sempre com a ideia de encontrar o melhor caminho para que a informação possa ser processada. Para isso, além de estudar os sistemas já mencionados, hardware e softwares, os profissionais da área também precisam conhecer o usuário final. Assim, são criadas soluções que serão padronizadas posteriormente.

Tempo de duração do curso de análise e desenvolvimento de sistemas

O curso de tecnologia em análise e desenvolvimento de sistemas a distância é uma graduação, ou seja, um curso de nível superior. Ele possui dois anos de duração, um tempo relativamente curto, se comparado com os cursos de licenciatura ou com o bacharelado em Direito, por exemplo. Mas esse tempo só é menor porque se trata de um curso de tecnologia, ou seja, ele deixa um pouco da teoria de lado e foca na prática, no que o mercado de trabalho espera dos profissionais.

Sendo assim, após dois anos, o profissional já estará com o diploma do curso de análise e desenvolvimento de sistemas EAD e preparado para ingressar no mercado de trabalho. Além disso, também não é necessário desenvolver o Trabalho de Conclusão de Curso, o famoso TCC, e nem participar do estágio supervisionado.

Para que você conheça mais sobre o curso, separamos abaixo um exemplo de grade curricular, ou seja, a listagem de disciplinas que serão ensinadas durante a graduação, assim como os grandes projetos.

Grade curricular

1º semestre

  • Liderança, Cidadania, Ética e Tecnologia Sustentável;
  • Cybersecurity;
  • Integração Computacional De Hardware E Software;
  • Gestão Ágil De Projetos De Softwares;
  • Desenvolvimento De Soluções Com Python.

2º semestre

  • Desenvolvimento Web;
  • Cloud Computing;
  • Sistemas Operacionais E Internet Das Coisas (Iot);
  • Engenharia De Software;
  • Projeto Web;
  • Projeto Integrador I.

3º semestre

  • Programação Mobile;
  • Devops;
  • Modelagem De Banco De Dados;
  • Inteligência Artificial E Ambientes Cognitivos;
  • Projeto Mobile;
  • Língua Brasileira De Sinais – Libras.

4º semestre

  • Governança De Ti E Direito Cibernético;
  • Digital Business E Design Thinking;
  • Empreendedorismo Digital E Tecnologias Exponenciais;
  • Programação De Alta Performance;
  • Projeto Integrador II;
  • Desenvolvimento De Startups.

Assim, o estudante terá acesso a 2.000 horas de aprendizado e estará pronto para enfrentar os desafios do dia a dia na área. Porém, é importante lembrar que a área da TI exige estudo constante dos seus profissionais, afinal, as atualizações são rápidas e é preciso acompanhar o ritmo para trazer sempre as melhores soluções.

Certificações na análise e desenvolvimento de sistemas

Além da faculdade de análise e desenvolvimento de sistemas, o mercado valoriza as certificações na área. Afinal, os certificados provam o conhecimento técnico em alguns pontos importantes para o dia a dia de trabalho. Pensando nisso, no EAD Plus Santa Cruz, quando o estudante finaliza o curso, ele já garante quatro certificados, confira quais são e um pouco mais sobre cada um deles, logo abaixo.

Certificado de Qualificação Profissional em Desenvolvimento em Aplicações Python

Ao concluir o módulo 1, terá direito ao Certificado de Qualificação Profissional, que equivalerá ao de um curso de Python. Com ele você estará capacitado a atuar como Programador ou Desenvolvedor Python. Para se ter uma noção, nesse caso o salário de Desenvolvedor Phyton pode chegar, em início de carreira, aos R$ 5,5 mil.

Certificado de Qualificação Profissional em Prototipação Web

Já após terminar o módulo 2, o certificado profissional conquistado será o equivalente ao de um curso de Prototipação Web e ao de um curso de Desenvolvedor Web, proporcionando qualificação para atuar como UX Designer, Desenvolvedor Web ou Engenheiro de Software, cargos que, por sinal, remuneram muito bem. O salário de Desenvolvedor Web inicialmente ultrapassa os R$ 4,5 mil.

Certificado de Qualificação Profissional em Desenvolvimento Mobile

No fim do módulo 3, será garantido o certificado de qualificação profissional que equivalerá ao conquistado em um curso de Desenvolvimento Mobile ou curso de Programação Mobile, possibilitando a atuação em funções como, claro, Desenvolvedor Mobile (Dev Mobile) e Engenheiro Mobile. O salário de Programador Mobile no começo da trajetória alcança os R$ 3,4 mil.

Certificado de Qualificação Profissional em Empreendedorismo Digital e Governança de TI

E por fim, no módulo 4, o certificado terá equivalência ao conquistado em curso de Empreendedorismo Digital e também em um curso de Governança de TI, podendo então o profissional trabalhar como Empreendedor Digital ou Analista de Governança de TI. Tanto no caso do Empreendedor como também em Governança de TI, o salário inicial pode ser de R$ 5,2 mil.

Mercado de trabalho na área de análise e desenvolvimento de sistemas

A área de Tecnologia da Informação está entre as mais promissoras do mercado de trabalho atual. Por isso, após concluir o curso de análise e desenvolvimento de sistemas, o profissional já se depara com boas oportunidades de trabalho e salários atraentes já no começo da carreira.

E por falar em salários, os valores dependem de diversos pontos como a região, o porte da empresa e o nivel de experiência do profissional. Mas, para você ter uma ideia, o cargo de Analista de Sistemas costuma oferecer salários iniciais de R$ 3.312,00. Porém, esse valor pode chegar até a R$ 7.301,00. E a média salarial para desenvolver essa função no Brasil é de R$ 5.116,00.

Além disso, é importante lembrar que o profissional dessa área precisa estar em constante atualização, seja fazendo cursos rápidos, quanto pesquisando assuntos por conta própria. Só assim, permancerá antenado com as novidades desse segmento que não para de crescer e inovar.

Editor do site

Cada integrante de nossa equipe carrega consigo uma valiosa coleção de experiências e habilidades singulares, culminando em um conjunto coeso que busca incansavelmente a excelência na criação de conteúdo. Nosso objetivo primordial é superar as expectativas, oferecendo aos nossos leitores uma experiência que não apenas enriqueça, mas também permaneça na memória.

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

treze − doze =